Arquivo da tag: online

MSXplay.js

A Lei de Atwood enuncia: Qualquer aplicação que possa ser escrita em JavaScript, será eventualmente escrita em JavaScript. Já comentamos dela quando falamos no DOSBox portado para JavaScript, quando citamos o WebMSX… E agora temos um player de música.

O MSXplay.js é um player de música que emula PSG, SCC e OPLL (FM). Funciona em todos os navegadores da praça e aceita formatos como KSS, BGM(MuSICA), MGS, MPK e OPX.

Se você quiser ainda rabiscar sua própria música, tem um emulador do compilador MML para o MGSDRV, logo você pode compor sua música no formato MML, compilá-la para o formato MGS e já testá-lo no seu browser.

Sprites para quem precisa de sprites.

  • O editor de sprites para Commodore 64, Spritemate, está disponível para acesso via browser. Ou seja, nada de instalar programas, basta abrir, desenhar e gerar o resultado.
  • O pessoal do Kronbits está vendendo um pacote com mais de 1700 sprites, em tamanhos de 8×8, 16×16 e 32×32. Todos são monocromáticos, tem um pouco de tudo, inclusive uma ferramenta de conversão. US$ 26,95. Se alguém tiver interesse em rachar, fala aí.

MMO para Commodore em campanha para voltar à vida.

MMOs não são exatamente novidades, como podemos ver. Em 1986, a LucasFilm (sim, ela mesmo, a do Istá Uár) fez esse jogo, Habitat, para ser jogado em rede no Quantum Link, o serviço online que era acessível via Commodore 64 e que depois deu origem ao America Online. Aliás, o Habitat teve versões para C64, Mac OS, Windows e FM-Towns.

Então, em 2016 o projeto de retomar o jogo foi encabeçado por Alex Handy, fundador do Museum of Art and Digital Entertainment. Em julho de 2016, o código fonte foi liberado segundo a licença MIT (código aberto), e colocado no Github. Em fevereiro de 2017, um dos autores (Randy Farmer) iniciou um projeto para dar continuidade ao desenvolvimento do Habitat (agora chamado NeoHabitat). Eles estão na fase de busca de colaboradores, e já tem um servidor disponível no Quantum Link Reloaded.

Alguém se aventura a portar o cliente para outras plataformas? Seria interessante ver um MMO como esse rodando em outras máquinas retro. Caso a se pensar.

Da série “Preços sem noção”.

O nosso saudoso amigo Luciano Menezes manteve um blog onde ele relacionava itens relacionados ao MSX por preços abusivos vendidos no Mercado Livre. O nome não poderia ser mais explícito: MSX Mercado Livre.

Só que a falta de noção em preços de itens retrocomputacionais não é exclusividade brasileira: No episódio 35 (partes A, B e C), dissecamos o assunto até a exaustão, mostrando computadores e periféricos sendo vendidos por preços irreais, em leilões no mundo todo. É claro que a matéria do Wall Street Journal, propagada em verso e prosa por todas as listas de retrocomputação, ajudou nisso, assim como a morte de Steve Jobs inflacionou as vendas dos NextCube e NextStation.

Então, por que não listar uma loja virtual do eBay que é completamente sem noção? Se você estiver num daqueles dias em que tudo está parado, e você está desgostoso da vida, visite o Vintage Computer Museum Services, onde a falta de noção é que nem a zueira: Sem limites! Alguns exemplos aí embaixo para vocês se deliciarem:

Divirtam-se!