Arquivo da tag: Marcus Garrett

Crowdfunding do dia: MICRO80, no YouTube

Então, nosso chapa Marcus Garrett iniciou um novo projeto de financiamento coletivo. Depois do bem-sucedido documentário sobre a história dos videogames no Brasil (que vocês conhecem e, espero, tenham ajudado), ele iniciou a campanha para fazer um programa mensal no YouTube, é o MICRO80.

A proposta é ser um programa de entrevistas para resgatar a história da Microinformática no Brasil – que nós sabemos, muito rica e multifacetada. Eles já conseguiram o local onde gravar, que é na PUC-SP. Os vídeos serão disponibilizados no YouTube.

O programa será uma mesa redonda, segundo ele mesmo um pouco mais histórico e um pouco mais sério do que nós, meliantes que cometem o Retrocomputaria (*), mas assim como nosso podcast é, cheio de informações históricas e dados relevantes. Se você já quiser ir lá, clique aqui (ou no banner aí em cima) e já vá lá contribuir.

Continue lendo Crowdfunding do dia: MICRO80, no YouTube

Resenha: documentário “1983: O Ano dos Videogames no Brasil”

Nos primórdios deste Retrocomputaria, resenhamos os dois livros de Marcus Garrett sobre a chegada dos videogames ao Brasil, 1983: O Ano dos Videogames no Brasil e 1984: A Febre dos Videogames Continua. Desnecessário dizer que, quando Garrett se juntou à Zero Quatro Mídia para transformar os livros em um documentário, toda a equipe da Retrocomputaria apoiou e ajudou no financiamento coletivo da empreitada. Ficamos bem tristes quando não pudemos ir na primeira exibição.
Mas tudo bem, as recompensas do financiamento coletivo chegaram.

CD com a trilha sonora e Blu-Ray do documentário.

Para compensar o atraso das entregas, tanto o CD quanto o Blu-Ray vieram em embalagens “normais” em vez de envelopes; com isso, podem fazer parte da coleção de músicas e vídeos de quem os recebeu, sem nada a dever ao que se encontra no mercado em termos de qualidade de empacotamento.

Sobre o documentário em si, que está disponível no Youtube (vejam no final do texto), não há muito o que dizer: não foge – e nem haveria como fugir – dos livros, os infográficos são bem bacanas e lembram um pouco o estilo popularizado em Crossy Road (ou seja, coisa boa) e as entrevistas e depoimentos são o ponto alto, indo desde quem participou da criação do Telejogo a Washington Olivetto revelando seu jogo predileto de Atari.

Sobre o que NÃO está disponibilizado no Youtube…

Os extras são funcionais mas bem agradáveis: fotos de bastidores que contam a história da feitura do documentário, teasers, brutos do Youtube, making of da narração (para quem ainda não identificou, o documentário é narrado por Flávio Dias, mais conhecido por dublar o Beakman) e diversos pontos bem interessantes que adicionam ao documentário, envolvendo prêmios em Cannes, decisões da Gradiente, confusões na porta da Milmar, o início dos eSports no Brasil e porque só no Brasil o Astrosmash do Intellivision tem contagem de tempo.

O CD, com a trilha sonora original feita pelo Pulselooper e Droid-ON, é ótimo e funciona bem fora do contexto do documentário; para quem precisa de uma trilha sonora chiptune para tirar o pó do seu aparelho de CD, é uma excelente pedida.

Mesmo que não tivesse nada físico, mesmo que só tivesse o documentário digital para download, estaríamos bem felizes com a realização do sonho de Garrett de preservar a História da chegada dos videogames a um país que meio que faz questão de esquecer o seu passado. Para quem ajudou na confecção do documentário e pode receber sua cópia física, é mais do que isso: é o orgulho de ter uma parte desta preservação e de poder olhar e pensar que, no final, tudo valeu a pena.

“1983: O Ano dos Videogames no Brasil”, a estreia é nesse sábado!

Se você colaborou com a confecção do documentário “1983: O Ano dos Videogames no Brasil“, do nosso chapa de longa data Marcus Garrett, lembre-se que a primeira exibição será no próximo sábado, dia 16 de setembro, no Museu da Imagem e do Som de São Paulo.

O documentário será exibido no horário da tarde (entre 13h30 e 14 hs), de forma gratuita, mas antes você tem que ir lá e pegar o ingresso na bilheteria do MIS. A lotação da sala é de 172 pessoas, então se você chegar atrasado, perdeu.

Haverá também uma exposição de videogames, de forma que será possível também jogar um pouco (ou muito), e teremos também os livros do Garrett (“1983+1984: Quando os Videogames Chegaram” e “Jogos Eletrônicos & Eu: Crônicas de um Passado Presente”) à venda. Se chorar, rola um autógrafo.
Eu não poderei ir (chuif), mas se alguém puder ir e colaborar conosco enviando-nos fotos/vídeos/texto, agradeceremos imensamente e daremos todos os créditos no post.

ZX-Spectrum Next surfando na onda retro.

O ZX-Spectrum Next continua sambando na cara da sociedade. Ele ganhou um site oficial (com direito a post no El Mundo del Spectrum), um novo e exclusivo jogo, Wonderful Dizzy, feito pelos Oliver Twins, e uma revista em português sobre o dito cujo, a revista Espectro. Ela é feita em Portugal mas com inúmeros palpites do sempre presente (e nosso chapa) Marcus Garrett.
Se você quiser uma edição impressa, clique aqui, logue via Livro de Faces e manifeste seu interesse. O custo é de 3,90 euros e o Garrett vai receber as revistas e redistribuir aqui, em solo pátrio. Essa primeira edição terá 24 páginas, é uma experiência e no futuro, é possível que eles liberem o PDF.

Últimas unidades dos livros do Marcus Garrett e segunda edição a caminho.

Há tempos imemoriais, resenhamos os livros do Marcus Garrett1983: O Ano dos Videogames no Brasil e 1984: A Febre dos Videogames Continua. Pois então, se você tiver interesse em adquirir os livros, saiba que eles estão quase no fim. Se você quiser, saiba que o Garrett está fazendo uma queima de estoque do “1983”, vendendo por R$ 20. A 2a edição está pra sair, então se você quiser, entre em contato com ele. Como? Clica lá no primeiro link, ora!

Agora, ele está finalizando a segunda edição. Revista, ampliada, segundo os melhores textos…  O novo livro receberá uma nova diagramação e um novo formato. A ideia é que tenha mais cara de revista, com mais ilustrações e detalhes visuais, tudo feito por um diagramador experiente.

Continue lendo Últimas unidades dos livros do Marcus Garrett e segunda edição a caminho.

Lançamento do documentário 1983: O Ano dos Videogames no Brasil.

Povo, temos data para o lançamento do documentário! Podem soltar fogos. Segundo o Marcus Garrett, produtor do dito cujo e chapa nosso de longa data, o documentário será lançado em um evento que ocorrerá no MIS – Museu da Imagem e do Som de São Paulo, que fica no bairro dos Jardins. O evento é o Big Geek Day, que ocorre no museu, e a data de estréia será no dia 7 de setembro. Sim, feriado, Dia da Independência. UPDATE: Foi adiado para 16 de setembro, continua sendo no MIS, e será um evento próprio. Mais detalhes aqui.

Com esse adiamento, a edição será feita mais calmamente (oba), terão videogames, TVs e acessórios para a mostra/jogatina (ao estilo do Museu do Videogame Itinerante), e com essa data dá para se programar para comparecer.

O documentário será exibido a partir das 14 horas (o evento abrirá às 11), mas retire o ingresso (gratuito) na bilheteria até as 13 horas. A partir das 13:30, terá um bate-papo com os produtores, sobre o documentário.

Aqui tem o link pro evento, no Facebook.

Continue lendo Lançamento do documentário 1983: O Ano dos Videogames no Brasil.

E como vai o documentário sobre os videogames no Brasil?

1983-o-ano-dos-videogames-no-brasil-134571

Falamos aqui faz um tempo sobre o documentário a respeito da história dos videogames no Brasil, no qual o Marcus Garrett está à frente, inclusive participamos do processo, indo lá no Kickante e empenhando o nosso sangue investindo um dinheiro para patrocinar o projeto. Então, como estão as coisas?

Continue lendo E como vai o documentário sobre os videogames no Brasil?

The Spectrum Show com arroz e feijão.

Existem vários canais no Youtube que falam de retrocomputação. Um deles é o The Spectrum Show, do inglês Paul Jenkinson, que mensalmente traz material interessante sobre a criação mais celebrada de Sir Clive Sinclair.

Mas o que realmente nos despertou o interesse foi o que ocorreu no episódio 52, que vocês vêem abaixo.
Continue lendo The Spectrum Show com arroz e feijão.

Seto Taisho Vs Yokai, um jogo novo para ZX Spectrum.

seto-10

Apesar do nome indicar que o jogo acima é japonês, seu autor é… Italiano. Alessandro Grussu fez esse jogo para ZX Spectrum 128, e está disponível no seu site, em versões em italiano, inglês, francês, alemão, espanhol e português. Sim, tem pros brazucas e pros portugas adeptos dessa máquina simpática.

Continue lendo Seto Taisho Vs Yokai, um jogo novo para ZX Spectrum.