Arquivo da tag: Macintosh SE

Repórter Retro 077

O Seu Repórter Retro

Bem-vindos à edição 077 do Repórter Retro.

Links do podcast

Música de fundo

Random chiptune mix 13

Ouvindo este episódio offline

Baixe o ZIP, descompacte e ouça com seu tocador de música preferido.

Onde este episódio (e todo o Retrocomputaria) está disponível

Os episódios do Repórter Retro estão, como todo o conteúdo do Retrocomputaria, em muitos lugares: Spotify, YouTube, Google Podcasts, Apple Podcasts, Deezer e, usando nosso feed RSS, qualquer programa para escutar podcasts.

Seu comentário é o nosso salário

Não se esqueça de deixar seu comentário aí embaixo; afinal, seu comentário é o nosso salário. No entanto, caso você prefira, entre diretamente em contato conosco.

Repórter Retro Nº 024

O Seu Repórter Retro

Bem-vindos a mais uma edição do Repórter Retro.

Ficha técnica:

  • Número do episódio: 024
  • Participantes: Ricardo, João, Cesar, Giovanni e Juan
  • Duração aproximada: 101 minutos
  • Músicas de fundo: Músicas sortidas
  • Download em ZIP

URLs do podcast:

Não se esqueça de deixar seu comentário aí embaixo; afinal, seu comentário é o nosso salário. No entanto, caso você prefira, entre diretamente em contato conosco.

O causo da ROM assombrada

E você achando que a única ação para a posteridade da equipe do Macintosh fora a colocação das assinaturas no plástico injetado da tampa traseira do Macintosh clássico? Através do Juan Castro (nosso amigo, leitor, ouvinte e saltador de tubarões) ficamos sabendo de um causo contado por um membro do NYC Resistor. Ele conta que achou um Macintosh SE jogado no meio da rua — sério, em plena Nova York!

Ele pegou o Mac SE e o levou para a sede da NYC Resistor. Lá eles o testaram e descobriram que estava funcional. Logo, resolveram tirar as ROMs para dumpar (veja a motivação em posts anteriores deles) e disassemblar o conteúdo. Qual foi a surpresa deles em achar trechos de código que não faziam sentido, que não se pareciam com código e nem com trechos de áudio. E após alguns testes eles chegaram nas fotografias da equipe que desenvolveu o computador, escondidas dentro da ROM e só esperando que algum fuçador as encontrasse (ou não).