Arquivo da tag: EUA

Se falarem “Old is your PC”, vai rolar processo.

A Red Hat, empresa americana que publica uma (ou melhor, duas) das mais usadas distribuições de Linux no mundo, tem um podcast (em inglês, como era de se esperar) chamado Command Line Heroes. E justamente nesta quarta temporada em 2020, eles resolveram mergulhar de cabeça na vibe retro. Saca só os títulos dos episódios:

  1. Minicomputadores: A Alma de uma Velha Máquina
  2. Mainframes: O GE 225 e o nascimento do BASIC
  3. Computadores Pessoais: O Altair 8800 e o Raiar de uma Revolução
  4. Floppies: Os Discos que Mudaram o Mundo

Se infringirem nossas marcas registradas, avisem-nos.

Só falta a Arca da Aliança…

…no armazém do Museu da Computação de Rhode Island (RICM para os íntimos). Visita feita pelo cavalheiro de codinome Amiga Bill, da página Guru Meditation do Facebook. Agora vocês me dão licença e fiquem olhando o álbum completo (ou as fotos salvas aí embaixo) que eu vou logo ali ter 87 ataques cardíacos e já volto.


Continue lendo Só falta a Arca da Aliança…

Tandy Assembly!

Sim, sabemos que existe a CoCoFest, que é um encontro para os entusiastas do TRS-Color (ou CoCo, para os íntimos). Mas esse é um encontro para os entusiastas de um dos quarentões de 2017, o TRS-80 (sobre o qual vocês ouviram nos episódios 78 A e 78 B), e qualquer item relacionado à Tandy: TRS-80 Model 100, os IBM-PCs, o Tandy 1000, e por aí vai. O evento será no Christopher Conference Center, na cidade de Chillocothe, Ohio (EUA), nos dias 7 e 8 de outubro de 2017. Entre os palestrantes, Don French (sobre o qual falamos no episódio) e John Linville (entre outras coisas, chapa do Juan Castro). Entre as atividades, leilões, exposição e muito bate-papo.

Um dos acontecimentos que achamos curioso é que haverá uma mesa redonda de podcasters falando sobre os equipamentos da empresa texana. Não, não foi dessa vez que fomos convidados. E é uma pena que eu não não irei, teremos MSXRio na mesma data. Mas se você puder ir… Depois nos conte o que você viu e ouviu!

Colecionadores e compras online – Proxies de compras.

Existem hoje em dia diversas empresas que fazem o papel de proxies de compras, então nesse post (e em mais alguns) iremos falar sobre como isso funciona, e aí vamos para uma lista de alguns proxies.  Antes de tudo, porque eu chamo de proxy? Em redes de computadores, um proxy (numa tradução alquebrada, procurador) é um servidor que age como intermediário para requisições de clientes solicitando recursos de outros servidores. Logo, um cliente conecta-se ao proxy, faz um pedido e o proxy vai lá e atende a solicitação.

Então, para compras, existem empresas que fazem o papel de intermediários para compras. E por que usar proxies de compras?

  • Comprar itens de vendedores que não remetem para o Brasil. Existem vários vendedores no eBay e em outros sites que não enviam para fora do seu país. Alguns o fazem devido à burocracia da postagem, outros pelo custo, ou tudo se resume a preguiça mesmo.
  • Comprar itens de lojas online que só enviam para o Brasil por courier. A ThinkGeek, por exemplo, envia tudo por FedEx. Fazendo uso de um proxy nos EUA, você pode enviar para lá, e de lá remeter ao Brasil por USPS.
  • Comprar itens em países onde a barreira da língua é um fator que impede. Sim, eu falei de comprar no Japão, onde proxies como o Shopping Mall Japan, Jauce, Buyee e outros facilitam MUITO a vida de todos nós que desejamos adquirir produtos vindos do País do Sol Nascente. Já vi um brilho no olhar daquele MSXzeiro ali no canto…

Continue lendo Colecionadores e compras online – Proxies de compras.