Arquivo da tag: COSMAC

A Computação Brasileira, ameaçando começar mas batendo na trave

As coisas que você descobre passeando ao acaso em repositórios de publicações antigas. No número 82 da Revista Saber Eletrônica, de junho de 1979, esbarro com este artigo:


Eu poderia ficar aqui discorrendo sem fim sobre as implicações sociológico-histórico-culturais da ilustração, mas vou me conter e só falar um pouco da máquina e do fabricante.
Continue lendo A Computação Brasileira, ameaçando começar mas batendo na trave

Mosca Branca do dia: Comx-35

Pronuncia-se “comics”. Máquina holandesa da Noxon AB (nunca ouvi maais goorda), fabricada em Hong Kong, um dos poucos micros domésticos baseados no escalafobético microprocessador 1802, vulgo COSMAC, da RCA. Com direito a vídeo de unboxing direto da terra natal do bicho por Recompute33.

Peraí, eu disse Mosca Branca? Não, são três moscas brancas no mesmo vídeo! Na segunda metade tem duas máquinas da Apricot — PCs com 8086 e MS-DOS mas incompatíveis com o IBM PC, um Portable e um F1.

Repórter Retro Nº 025

Este post foi ao ar sem o áudio por uma falha nossa. Corrigido.

O Seu Repórter Retro

Bem-vindos a mais uma edição do Repórter Retro.

Ficha técnica:

URLs do podcast:

Não se esqueça de deixar seu comentário aí embaixo; afinal, seu comentário é o nosso salário. No entanto, caso você prefira, entre diretamente em contato conosco.

Desenvolvendo para o COSMAC num ATARI 8-bits

rca_cdp1802_pecom64

William H. Donnelly é um entusiasta do maravilhosamente bizarro microprocessador 1802 da RCA (aquele que foi ao espaço e aguenta explosões de bombas nucleares), desencavou e postou no grupo COSMAC ELF and 1802 Microcomputing no Yahoo!Groups — Sim! Tem grupo até disso — esta mosca branca aqui:

Não vi nenhuma referência disto em lugar nenhum, então pensei em divulgar caso alguém esteja interessado.

COSMATIC era um cross-assembler de 1802 que era comercializado para a linha de computadores Atari 400/800 em 1982. É uma coisa meio estranha de se criar, que dirá vender (como um produto legítimo para Atari), e de acordo com o autor eles não venderam muitas cópias, se é que venderam alguma. Ele foi idealizado principalmente para dar um início à divisão de software (?) deles, tipo botar algumas moedas no chapeuzinho de doações. O autor tinha experiência prévia com o 1802, então ele decidiu escrever esse software porque seria divertido e interessante.

Continue lendo Desenvolvendo para o COSMAC num ATARI 8-bits