Arquivo da tag: Cartucho

Quinta do pitaco: A GR8NET.

Antes de tudo, uma sugestão me foi feita, e foi acolhida: Doravante, essa seção se chamará Quinta do pitaco. Logo, assim como o Retrocomputaria Especial BGM virou Retrohitz, essa seção mudou de nome. Espero que gostem.

Já falamos antes da GR8NET por aqui, então não vamos explicar o que ela é, clica no link que facilita. Mas vamos fazer uma lista das suas capacidades.
Continue lendo Quinta do pitaco: A GR8NET.

Commodore 64 + SID + MIDI = muita gente pira.

Semana passada falamos do SID2SID, mas nessas andanças, topamos com o cartucho MSSIAH, que é um sintetizador MIDI. No site, o criador (o mesmo responsável pelo SID2SID) informa que dá para usar o MSSIAH como sequenciador MIDI, sintetizador (mono), uma máquina de ritmos, entre outras coisas. 49,95 euros + frete, e envia para o mundo todo.

E sim, alguém em algum lugar PIRA.

Concursos de desenvolvimento e financiamento coletivo para MSX… No Japão!

Fonte: MSX Center.

Jogos novos para MSX!

Placas de diagnóstico para Commodore PET e MSX.

Placas de diagnóstico são apetrechos interessantes para quem precisa dar manutenção em um computador, seja clássico ou não. Nos PC, existem as placas POST, que ajudam muito a identificar o que está acontecendo no hardware.

Mas o nosso papo é micros clássicos, então o Commodore PET, que não tem um slot para cartuchos, ganhou uma placa de diagnóstico onde você remove o 6502 e coloca ela no lugar. Interessante, não? O projeto é do pessoal da Tynemouth Software (ingleses), e por 50 moedas da Rainha pode ser sua.

Em notícias levemente relacionadas, está rolando uma discussão no fórum do MSX Resource Center a respeito de software para diagnóstico, para vir em cartucho. O máximo que temos é um cartucho com um programa para testar a memória (de autoria do Adriano Cunha). Pode ser que saia algo interessante aí, vamos ficar atentos.

PicoFox, para o Pico-8.

Você já ouviu falar do Pico-8? Eu também não, aí fui pesquisar, e achei algumas coisas interessantes… O PICO-8 é um videogame virtual. Sim, ele não existe fisicamente, só na Internet. Joseph “Zep” White o criou para estabelecer limites para os atuais desenvolvedores de jogos. Dizem que com crise se cresce. Bem, com restrições, a criatividade floresce. Todos nós que jogamos desde antes dessa geração leite com pera e creme de cacau com avelã resolveu nascer, sabemos que essa é uma afirmação válida.

Pois então, o PICO-8 é um desafio aos programadores atuais. Ele tem resolução máxima de 128 x 128 pixels, 4 canais de som, e limite de 32 Kb por “jogo”. Você pode programar ele em Lua e precisa pagar US$ 15 para poder programar para o PICO-8.

Interessante, não? Pois é, a última (ou penúltima) é que portaram o Star Fox (SNES) pro Pico-8, chamando-o de PicoFox.

Continue lendo PicoFox, para o Pico-8.

Faça você mesmo seu cartucho multifuncional para MSX.

O cartucho Carnivore2, lançado pelo Alexey e seu grupo de malucos escovadores de bits, é um cartucho multifuncional, com vários recursos implementados, como:

  • 8 Mb de FlashROM.
  • 1 Mb de RAM (Mapper)
  • uma interface IDE (cartão CF)
  • Suporte a FM-PAC e SCC

O legal é que ele pode funcionar como se fosse todos os cartuchos simultaneamente. Mas isso não é tudo, temos uma boa e uma má notícia.
Continue lendo Faça você mesmo seu cartucho multifuncional para MSX.

Que tal uma justa?

Houve no Atari 2600 e em várias outras plataformas um jogo chamado Joust, onde você cavalgava uma espécie de avestruz (só que nesse caso, ele voa), e com uma lança, você deveria derrubar outros oponentes, num cenário com plataformas. A cada guerreiro atingido, a sua ave libera um ovo (?!), que ao você coletar, rende pontos. Sim, eu também acho, é um jogo esquisito.

Bem, agora tem mais uma plataforma que tem o Joust, que é o MSX. Num esforço conjugado de vários MSXzeiros, iniciado pelo Eric Boez, foi feito o port para MSX 1 do jogo, e a Repro Factory está vendendo o cartucho, pelo preço de 34 euros + frete.

Continue lendo Que tal uma justa?