Arquivo da tag: Atari ST/TT

Notícia-bomba: a variante Omikron existe desde 1987

Variante da linguagem BASIC para Atari ST, que fique claro.


Circulando nos grupos de zap da vida — dei uma conferida e existiu mesmo, mas possivelmente só saiu edição em alemão. (Antes de ter sido licenciado pela Atari para o modelo Mega.) Por favor, relevem a tentativa desesperada deste humilde escriba de extrair um pouco de humor negro desse horror todo. Continuem se cuidando, usando máscara, não entrando em muvucas sem necessidade, e se vacinem. Por favor. Por favor.

A mesma página da Wikipédia alemã, traduzida pelo gúgou.

Os 20 maiores computadores pessoais, segundo o The Guardian

Na opinião deste humilde escriba, listas dos N melhores, ou dos N maiores, ou dos N mais influentes etc, só servem pra causar polêmica. Mas como a gente gosta de uma treta, vamos postar o link do artigo (obrigado Mario Cavalcanti) e já dando o spoiler da lista:

20. Dragon 32
19. Atari ST
18. Acorn Electron
17. Sinclair ZX81
16. Texas Instruments TI-99/4A
15. Altair 8800
14. Amstrad CPC 464
13. Sharp X68000
12. Apple Macintosh
11. MSX
10. TRS-80
09. Commodore VIC-20
08. NEC PC-88
07. Atari 800
06. BBC Micro
05. Apple II
04. ZX Spectrum
03. Commodore 64
02. Commodore Amiga
01. (Velho é seu) IBM PC

O site aceita comentários, tá? (EDIT: aceitava. Agora tá fechado.)

Tirando a poeira de um Atari ST pra fazer música!

Assim como o Macintosh era para as artes visuais, e o Amiga era para o vídeo, o Atari ST era para a música.

O canal studentsmusic nos traz um Atari ST sendo ligado a instrumentos modernos para produzir música. São 11 minutos de sua vida que lhe garanto que não serão perdidos.

Aliás, não temos muitas informações sobre este camarada. Professor de música? Toca/tocou em alguma banda famosa? Pelos outros vídeos do canal, parece (parece) que ele é neozelandês (um chapa meu angloparlante me diz que ele tem sotaque alemão). E é só isso que sabemos. Mais informações são bem-vindas.

Agradecemos ao Giovanni Nunes por ter cavucado esta pérola.

GLFrontier : Elite 2 em OpenGL

glfrontier-1

Terminando nossa vibe de 68000 mas desta vez fazendo o contrário…

Há muito tempo atrás, na galáxia M-2006,  Tom Morton pegou a versão de Atari ST do jogo Frontier : Elite 2, “disassemblou”,  removeu as chamadas ao sistema operacional e o acesso ao hardware, converteu o código resultante em C (tipo assim, uma máquina virtual 68k) e fez as modificações necessárias para desenhar na tela usando OpenGL.

Para todos os efeitos, apesar dos gráficos bonitos, ainda é o mesmo código original do David Braben sendo executado, então é retro! 😀

Continue lendo GLFrontier : Elite 2 em OpenGL

Rodando MINIX no Atari ST

st0

Para ser bem resumido, o MINIX é um clone de UNIX baseado na versão 7 do UNIX e originalmente escrito por Andrew Tanenbaum em 1987 como complemento do livro “Sistemas Operacionais : Projeto e Implementação“, na primeira versão ele exigia um IBM PC-XT com 256KiB de RAM e dois acionadores de disquete (hoje os requisitos ainda são baixos).
Continue lendo Rodando MINIX no Atari ST