Arquivo da tag: Assembly

Livro sobre programação de jogos

Dois livros bem interessantes de autoria da 8bit WorkshopSteven Hugg — que estão a venda. No primeiro, Making Games For The Atari 2600, você aprende sobre programação de jogos em assembly para icônico console da Atari. No outro, Making 8-Bit Arcade Games in C, você aprende a programar utilizando a linguagem C em diversos modelos de máquinas de arcade clássicas baseadas no microprocessador Z80. Em ambos os livros você utilizará um ambiente de desenvolvimento que integra  editor, depurador e um emulador do hardware etc.

Cada livro custa US$12,00 e são vendidos através do Gumroad.

Aproveite o feriado para escrever código para MSX.

Seguem duas dicas rápidas:

  • Na página da dupla Dvik & Joyrex tem várias ferramentas usadas por eles para fazer seus demos, inclusive um player de música no formato PT3, com o código todo disponível em C.
  • Se você usa Linux e mais especificamente GNOME, conhece o gedit, que é o “bloco de notas” desse ambiente. Pois é, existe um plug-in para ele que permite que você controle o OpenMSX, além de syntax highlighting para Assembly de Z80.

Vambora escrever código ASM pra Z80, povo!

Eu sei que hoje é sábado, mas é que se você tem vontade de escrever código Asm pra MSX ou outra máquina baseada no Z80, saiba o SjasmPG tem uma nova versão (a 0.1.0.1) e está disponível para download. Em tempo, o SjasmPG é um montador Assembly cruzado e multiplataforma para Z80. Tem versões dele para Windows, Linux e Mac, em versões em inglês e espanhol. E está no Github.

Pílulas

GLFrontier : Elite 2 em OpenGL

glfrontier-1

Terminando nossa vibe de 68000 mas desta vez fazendo o contrário…

Há muito tempo atrás, na galáxia M-2006,  Tom Morton pegou a versão de Atari ST do jogo Frontier : Elite 2, “disassemblou”,  removeu as chamadas ao sistema operacional e o acesso ao hardware, converteu o código resultante em C (tipo assim, uma máquina virtual 68k) e fez as modificações necessárias para desenhar na tela usando OpenGL.

Para todos os efeitos, apesar dos gráficos bonitos, ainda é o mesmo código original do David Braben sendo executado, então é retro! 😀

Continue lendo GLFrontier : Elite 2 em OpenGL