Arquivo da tag: 68000

Repórter Retro 077

O Seu Repórter Retro

Bem-vindos à edição 077 do Repórter Retro.

Links do podcast

Música de fundo

Random chiptune mix 13

Ouvindo este episódio offline

Baixe o ZIP, descompacte e ouça com seu tocador de música preferido.

Onde este episódio (e todo o Retrocomputaria) está disponível

Os episódios do Repórter Retro estão, como todo o conteúdo do Retrocomputaria, em muitos lugares: Spotify, YouTube, Google Podcasts, Apple Podcasts, Deezer e, usando nosso feed RSS, qualquer programa para escutar podcasts.

Seu comentário é o nosso salário

Não se esqueça de deixar seu comentário aí embaixo; afinal, seu comentário é o nosso salário. No entanto, caso você prefira, entre diretamente em contato conosco.

Episódio 101 – Workstations – Parte B

retrocomputaria_vitrine_570x190

Bem-vindos ao episódio 101 do Retrocomputaria.

Sobre o episódio

Quando as workstations dominavam o mundo.

Nesta parte do episódio

Terminamos de falar de Sun Microsystems, falamos de Silicon Graphics, de NeXT, de Hewlett-Packard (achavam que ia ficar de fora?), de IBM (também achavam que ia ficar de fora?), de Sony (!), de workstations que também são micros clássicos e vice-versa (Commodore, Atari, Acorn) e as workstations hoje.

Links do podcast

Música de fundo

Piadinhas em geral e… bom, este não é um podcast sobre estações musicais de trabalho.

Outras formas de ouvir

Não se esqueça de deixar seu comentário aí embaixo; afinal, seu comentário é o nosso salário. No entanto, caso você prefira, entre diretamente em contato conosco.

Episódio 101 – Workstations – Parte A

retrocomputaria_vitrine_570x190

Bem-vindos ao episódio 101 do Retrocomputaria.

Sobre o episódio

Quando as workstations dominavam o mundo.

Nesta parte do episódio

Iniciamos no alvorecer dos anos 60, com os primeiros experimentos com computadores que alguém podia puxar uma cadeira e trabalhar na frente dele interativamente, passamos pelas máquinas LISP até chegar nas workstations em si.

Fazemos uma definição e uma pequena taxonomia das workstations, além da “computação 3M”; passeamos por Apollo Computer, DEC (sim, e aí tem DECstation, VAXstation e Alpha AXP) e Sun Microsystems.

Links do podcast

Música de fundo

Piadinhas em geral e… bom, este não é um podcast sobre estações musicais de trabalho.

Outras formas de ouvir

Não se esqueça de deixar seu comentário aí embaixo; afinal, seu comentário é o nosso salário. No entanto, caso você prefira, entre diretamente em contato conosco.

Episódio 98 – Classic Macintosh – Parte B

retrocomputaria_vitrine_570x190

Bem-vindos ao episódio 98 do Retrocomputaria.

Sobre o episódio

Falamos de Apple. Falamos de Macintosh. Falamos de Apple Macintosh. Mas só se tiver 68K; se tiver PowerPC ou Intel, é em outro podcast.

Nesta parte do episódio

Continuamos no desktop publishing para poder passar pra frente: as máquinas sucessoras do Mac clássico, os clones (e sim, tem promessa!), o que a gente não conseguiu colocar em outros pontos da pauta e o legado.

Links do podcast

Música de fundo

Tem o chime clássico de Mac e mais umas músicas aí.

Outras formas de ouvir

Não se esqueça de deixar seu comentário aí embaixo; afinal, seu comentário é o nosso salário. No entanto, caso você prefira, entre diretamente em contato conosco.

Episódio 98 – Classic Macintosh – Parte A

retrocomputaria_vitrine_570x190

Bem-vindos ao episódio 98 do Retrocomputaria.

Sobre o episódio

Falamos de Apple. Falamos de Macintosh. Falamos de Apple Macintosh. Mas só se tiver 68K; se tiver PowerPC ou Intel, é em outro podcast.

Nesta parte do episódio

Evidente que começamos lá na Apple em si. Passamos pelo desenvolvimento, pela mudança de rota (e citamos Jef Raskin e Canon Cat, antes que reclamem) até o famoso lançamento em si. Do computador em si, falamos das especificações, da relação da Apple com quem queria programar pra ele e, evidente, Hypercard e desktop publishing.

Links do podcast

Música de fundo

Tem o chime clássico de Mac e mais umas músicas aí.

Outras formas de ouvir

Não se esqueça de deixar seu comentário aí embaixo; afinal, seu comentário é o nosso salário. No entanto, caso você prefira, entre diretamente em contato conosco.