CASDuino

Eu confesso a vocês que não tenho nenhum apreço por fitas cassete, enquanto dispositivo de armazenamento de dados: Quando comprei meu primeiro drive de disquetes, quase arremessei o gravador cassete pela janela. Nem os dois anos de convivência me fizeram querer continuar com ele. Só não o fiz por ter grades no caminho… Guardo apenas duas fitas cassete comigo, como lembrança histórica. O resto (inclusive o gravador) foi doado.

Logo, a notícia do CASDuino não me empolgou muito, mas a história é interessante, e está relatada em detalhes no MSX Resource Center. Basicamente é um dispositivo que funciona como um gravador cassete, com a diferença de que ele toca arquivos digitais no formato .CAS, armazenados em um cartão micro-SD, e pode ser alimentado por uma porta mini-USB ou um adaptador DC de 6v a 9v (eu tenho um MSX que funciona com 9 volts!). O CASDuino funciona com MSX, ZX-80/81, Amstrad CPC, TRS-80, Dragon e por aí vai. Se você tiver interesse, saiba que ele foi exposto no encontro de Nijmegen, e você pode adquirir na lojinha online.

 

Quinta do pitaco: A GR8NET.

Antes de tudo, uma sugestão me foi feita, e foi acolhida: Doravante, essa seção se chamará Quinta do pitaco. Logo, assim como o Retrocomputaria Especial BGM virou Retrohitz, essa seção mudou de nome. Espero que gostem.

Já falamos antes da GR8NET por aqui, então não vamos explicar o que ela é, clica no link que facilita. Mas vamos fazer uma lista das suas capacidades.
Continue lendo Quinta do pitaco: A GR8NET.

Episódio 83 – Dispositivos de Armazenamento – Parte A

retrocomputaria_vitrine_570x190

Bem-vindos ao episódio 83 do Retrocomputaria.

Sobre o episódio

Fitas, discos e tudo o mais que pode armazenar dados e programas dos nossos micros.

Nesta parte do episódio

Depois de nos perguntarmos (e respondermos) porque armazenamos coisas, falamos de fitas e cartões perfurados, de cadernos (!), de fitas magnéticas e fitas cassete e assemelhados, e de discos flexíveis e disquetes e interfaces.

Links do podcast

Música de fundo

Disquetes, cassetes e tudo o mais que está armazenando informação mas esquecemos agora de citar.

Outras formas de ouvir

Não se esqueça de deixar seu comentário aí embaixo; afinal, seu comentário é o nosso salário. No entanto, caso você prefira, entre diretamente em contato conosco.

Crowdfunding do dia: A Lenda de Leyria, um RPG nacional para Mega-Drive!

Sim, eu sei que nosso assunto aqui é retrocomputação e não retrogaming. Mas é que a proposta é tão interessante que não poderíamos deixar de fora.

Então, o Original Studio (com sede em São Paulo) resolveu fazer um crowdfunding (vaquinha) para produzir e lançar um RPG para o videogame Sega Mega-Drive. O jogo é A Lenda de Leyria, e é uma produção nacional.

A meta é R$ 80 mil, e no momento há menos de R$ 1 mil levantado. O estúdio disponibilizou inclusive um demo jogável no Catar.se, e o autor declarou que pretende portar o RPG, no futuro, para outras plataformas retro, como micros.

Então, se puderem, dêem uma força!

Inferno e El Secreto del Cuatro Vientos, para MSX.

    • O jogo Inferno, lançado na #msxdev Compo 2012 (não confundir com a MSXDev) foi concluído e o povo da Aetherbyte está vendendo. A cópia digital custa US$ 10, mas se você quiser a versão física, terá um desconto.
    • Mal saíram os jogos novos do Kai, e ele já se mete em uma enrascada empreitada. A proposta atual é o jogo El Secreto de los Cuatro Vientos (acho que você entendeu nosso portunhol). Esse é um RPG de autoria de Vitor Sanchéz, misturando futuro com história celta. Ele irá desenvolver o engine do jogo.

Fun with virtualization explorando os limites do OS/2, do Windows e do… UNIX V7

OS/2 2.00 CGA rodando no PCem v13. Windows 3.0/3.1 rodando em Modo Enhanced 386 no DOSBox 0.74. Ensinando o UNIX V7 que existe uma tecla chamada Backspace.

neozeed e seus amigos olhando pros limites e dizendo “kkkkkkkkkk limites quem tem limite é município”.

OS/2 2.00 rodando em CGA. Nem sabia que isso existia.

MSX SJC 2018: Aberta a temporada de encontros!

Abrindo a temporada de encontros retrocomputacionais em 2018, teremos o já tradicional encontro MSXzeiro de Carnaval, em São José dos Campos, SP.

Se você gosta tanto de Carnaval quanto de vinagre pingado no seu olho (ugh), você é um dos nissos. Então, vale a pena ir lá conferir o encontro! Serão 4 dias de muito bate-papo, jogos, manutenção… E muita fudebagem. O site é https://msxsjc.com.br/2018/. Algumas das mentes em baixa resolução que cometem esse podcast e site estarão por lá, junto com o material do grupo MSXRio, para vender.

Atenção: Se você vai, faça sua inscrição antes. E se você quiser ver como foram os encontros anteriores… Clique aqui para ter acesso à coleção de fotos dos encontros de 2014, 2015, 2016 e 2017.

Quinta da opinião: Sobre doações a projetos.

É sabido por todos (até pelo Reino Mineral) que nós, funcionários públicos do estado do Rio de Janeiro, tivemos sérios problemas para receber nossos salários em dia, nos dois últimos anos. Nosso 13o salário de 2016 só foi pago no final de 2017, e o 13o salário de 2017 já deve ter sido pago quando vocês lerem esse post (espero).

Mas eu não vim aqui reclamar do mandatário do Estado, mas vim falar de doação.

Continue lendo Quinta da opinião: Sobre doações a projetos.

Retrobesteiras 2017 – Parte E

retrocomputaria_vitrine_570x190

Bem-vindos (se é que isto é possível) às Retrobesteiras de 2017.

Lembre-se que a audição deste episódio é por conta e risco do ouvinte.

Outras formas de sofrer

Não se esqueça de deixar seu comentário aí embaixo… quer dizer, melhor não, mas enfim, você já ouviu tanta besteira nossa, então a gente entende.