Todos os posts de Ricardo Pinheiro

Multipaint

Então, você está aí, cansado de não fazer nada no Carnaval, e quer produzir algo, certo? Que tal um desenho, uma pixel art para sua plataforma retro favorita? Existem várias ferramentas para desenho em pixel art. Entre elas podemos destacar o Pixel Polizei, o Pixilart e o Piskel.

Mas existem ferramentas offline que podem ser usadas para desenho, com as limitações de modos gráficos de micros clássicos, como o Commodore 64, o ZX Spectrum ou o MSX 1. E uma das mais conhecidas é o Multipaint.

Ele tem versões para Windows Mac OS X e Linux, foi escrito em uma linguagem chamada Processing, e no site tem uma pequena mas curiosa galeria de imagens. Se você está querendo se aventurar pela pintura… Olha uma boa ferramenta aí!

MSXplay.js

A Lei de Atwood enuncia: Qualquer aplicação que possa ser escrita em JavaScript, será eventualmente escrita em JavaScript. Já comentamos dela quando falamos no DOSBox portado para JavaScript, quando citamos o WebMSX… E agora temos um player de música.

O MSXplay.js é um player de música que emula PSG, SCC e OPLL (FM). Funciona em todos os navegadores da praça e aceita formatos como KSS, BGM(MuSICA), MGS, MPK e OPX.

Se você quiser ainda rabiscar sua própria música, tem um emulador do compilador MML para o MGSDRV, logo você pode compor sua música no formato MML, compilá-la para o formato MGS e já testá-lo no seu browser.

Concursos e códigos em BASIC disponíveis.

  • A newsletter TRS8Bit lança uma coleção de programas em BASIC de uma linha (os famosos one-line) para TRS-80, que foram oficialmente publicados na mesma. Se você baixar, tem um PDF com os artigos que deram origem aos códigos, e a imagem em disco (DSK) com os próprios. Maiores notícias nesse link aqui.
  • O Konamito deu início ao Concurso MSX-Basic 2018. Fazem alguns anos que tivemos concurso, e foi decidido refazer o concurso, com duas categorias: Publicações usando apenas o MSX-BASIC e publicações usando alguma melhoria, como o Nestor BASIC ou o BASIC Kun. O foco está em jogos. Por ocasião desse post, os resultados do concurso saem… Amanhã! Então visitem o MSXBlog.es pra ver quem ganhou.

Atualização do dia: ProDOS em versão nova.


Há algum tempo noticiamos a nova versão do ProDOS, a 2.4. Pois é, agora saiu uma atualização menor, a 2.4.2, com algumas modificações e bugfixes. O trabalho é de John Brooks, e se você é usuário do ProDOS, incentivo-o a fazer uma doação para o desenvolvedor, a partir da sua conta no Paypal.

Fonta: Vintage Is The New Old.
 

Quinta do pitaco: As viagens na maionese – parte 1

Há alguns anos, eu enunciei um teorema, que diz que o ser humano tem a incrível capacidade de ter ideias para os outros fazerem. Este é um fato, ainda mais visto em comunidades retro. Antigamente a conversa era nas listas de discussão (está aí o histórico da MSXBR-L que não me deixa mentir), hoje passou para os grupos de WhatsApp e comunidades do Facebook. A ideia desse texto é falar sobre exemplos, histórias, inviabilidade, e propor alguns caminhos.

Continue lendo Quinta do pitaco: As viagens na maionese – parte 1

Crowdfunding do dia: MICRO80, no YouTube

Então, nosso chapa Marcus Garrett iniciou um novo projeto de financiamento coletivo. Depois do bem-sucedido documentário sobre a história dos videogames no Brasil (que vocês conhecem e, espero, tenham ajudado), ele iniciou a campanha para fazer um programa mensal no YouTube, é o MICRO80.

A proposta é ser um programa de entrevistas para resgatar a história da Microinformática no Brasil – que nós sabemos, muito rica e multifacetada. Eles já conseguiram o local onde gravar, que é na PUC-SP. Os vídeos serão disponibilizados no YouTube.

O programa será uma mesa redonda, segundo ele mesmo um pouco mais histórico e um pouco mais sério do que nós, meliantes que cometem o Retrocomputaria (*), mas assim como nosso podcast é, cheio de informações históricas e dados relevantes. Se você já quiser ir lá, clique aqui (ou no banner aí em cima) e já vá lá contribuir.

Continue lendo Crowdfunding do dia: MICRO80, no YouTube

MSX CAS Packager

Ainda há pouco falamos sobre o CASDuino, uma solução para carregar programas em fita cassete no MSX (formato CAS). Então, se você tem interesse em lidar com arquivos no formato CAS, existe o MSX CAS Packager. Essa ferramenta é de linha de comando, tem versões para Windows e Mac OS X e foi escrita em Rust. Ela permite:

  • Listar o conteúdo dos arquivos CAS.
  • Adicionar arquivos a um arquivo CAS.
  • Extrair arquivos de um arquivo CAS.
  • Exportar o arquivo CAS para um arquivo no formato WAV.

Interessado? Clique aqui para conhecê-lo.

Prince of Persia no Roku Player

Nosso ouvinte Marcelo Lv Cabral nos manda um link do seu trabalho em portar o Prince of Persia para o Roku Player, a partir do código-fonte original, em Assembly de Apple II. Antes que você se empolgue, ele irá colocar no GitHub assim que estiver pronto.

Ah, vale a pena ver o que o Marcelo anda fazendo, ele está portando outros jogos para o Roku Player, como Donkey Kong e Lode Runner. Além disso, vai a dica: Ouça o PODebug, podcast sobre programação, no qual o Marcelo participa.

Museu do Videogame Itinerante – 2017 e 2018

Chegou aquele período do ano onde alguns vão pra rua, curtir a festa de momo. Alguns ficam em casa descansando, se preparando para a loucura que será o ano. E ainda tem alguns loucos que saem de casa e vão a encontros retrocomputacionais (como alguns de nós).

Então, para abrir o sábado de Carnaval, enquanto as escolas de samba do Grupo Especial não entram na Marquês de Sapucaí, seguem fotos da exposição do Museu do Videogame Itinerante. Este museu é reconhecido pelo Instituto Brasileiro de Museus (IBRAM) e não tem sede fixa. Como o nome diz, é itinerante, fazendo exposições por todo o país. São mais de 300 equipamentos expostos, dos últimos 45 anos. Todos os nossos kudos ao Cleidson Lima, curador do museu.

Continue lendo Museu do Videogame Itinerante – 2017 e 2018

CASDuino

Eu confesso a vocês que não tenho nenhum apreço por fitas cassete, enquanto dispositivo de armazenamento de dados: Quando comprei meu primeiro drive de disquetes, quase arremessei o gravador cassete pela janela. Nem os dois anos de convivência me fizeram querer continuar com ele. Só não o fiz por ter grades no caminho… Guardo apenas duas fitas cassete comigo, como lembrança histórica. O resto (inclusive o gravador) foi doado.

Logo, a notícia do CASDuino não me empolgou muito, mas a história é interessante, e está relatada em detalhes no MSX Resource Center. Basicamente é um dispositivo que funciona como um gravador cassete, com a diferença de que ele toca arquivos digitais no formato .CAS, armazenados em um cartão micro-SD, e pode ser alimentado por uma porta mini-USB ou um adaptador DC de 6v a 9v (eu tenho um MSX que funciona com 9 volts!). O CASDuino funciona com MSX, ZX-80/81, Amstrad CPC, TRS-80, Dragon e por aí vai. Se você tiver interesse, saiba que ele foi exposto no encontro de Nijmegen, e você pode adquirir na lojinha online.