Uma análise do AT&T PC 6300

Houve uma época em que os clones do PC da IBM ainda não eram assim “tão clones” com fabricantes experimentando soluções distintas para determinadas implementações. Este é o caso do AT&T PC6300 — uma versão OEM do M24 da italiana Olivetti — lançado no mercado estadunidense em 1984 e demonstrado por Jim Leonard.

Além do 8086@8MHz ele vinha com placa de vídeo compatível com o padrão CGA (capaz de resoluções de 640×400), interface de drive integrada na placa mãe, circuito de relógio, botão de RESET, leds no teclado para Caps Lock e Num Lock, mais slots de expansão (inclusive com uma versão de 16-bits) e outras coisas que se tornariam “padrão” no futuro.

2 pensou em “Uma análise do AT&T PC 6300

  1. Então seria um formato extendido do CGA pois este era no máximo 640 x 200 e com “tudo isso”, monocromático.
    Do jeito que está no texto dá impressão que é o padrão CGA que permite 640 x 400.

    1. A Olivetti realmente colocou bastante coisa neste computador e uma das mais interessantes é justamente ter unido o MDA (feito para monitores) com o CGA (feito para TV) fazendo um “quase-EGA”.

Os comentários estão fechados.