Arquivo diários:26/02/2014

Retrohitz #98: Apple IIgs: Apple IIgs Classics – Apple Chemical Software e Free Tools Association

https://i0.wp.com/www.retrocomputaria.com.br/wp-content/uploads/2013/02/retrohitz_vitrine_570x190.png?w=604&ssl=1

Este é o episódio 98 do Retrohitz.

Neste episódio, mais 27 músicas de Apple IIgs frutos da parceria entre Apple Chemical Software e Free Tools Association.

Duração: 76 minutos

Lista de músicas:

  1. Skate or Die – Main Title
  2. Nucleus – Intro
  3. Nucleus – Track 1
  4. Nucleus – Track 2
  5. Nucleus – Track 3
  6. SB4 – NoiseBlaster
  7. Radio2 – NoiseBlaster
  8. Photonix
  9. Great2 (Space Harrier Intro)
  10. Blue Monday (Space Harrier)
  11. Modulae – Intro
  12. Modulae – Main
  13. Delta Demo (Echoing)
  14. Toolbox Vol 2
  15. POM’s 46
  16. POM’s 49
  17. POM’s 50
  18. Phx Remix (May 6) – NoiseBlaster
  19. MrLast10.OK – SoundSmith J
  20. Private Storage Deathstar.OK
  21. SLL3.OK
  22. Triangle22
  23. Vortex
  24. TheStar (P.S. Reprise)
  25. SLL3.MT
  26. Vortex32
  27. Tass Times (from 1st Anim with Music ’88)

Download em ZIP

Não se esqueça de deixar seu comentário aí embaixo; afinal, seu comentário é o nosso salário. No entanto, caso você prefira, entre diretamente em contato conosco.

O perigo que ronda seu monitor (se você é dos que fuçam)

Alexandre “Tabajara” Souza, enquanto consertava um console de videogame (um ColecoVision), resolveu testar pontos do circuito com a entrada de vídeo do seu precioso M1721a, pra ver se algo aparecia na tela… péssima idéia! O resultado foi esse abaixo. Clique na foto para ler a história completa (e calma, ela tem final feliz).

Continue lendo O perigo que ronda seu monitor (se você é dos que fuçam)

Há algo de Retro no Reino da Dinamarca

Sim, lá por aquelas meio-teutônicas meio-escandinavas bandas também se fabricaram micros de arquitetura própria. (O famoso “compatível com ele mesmo”.) Mas talvez seja injustiça aplicar esse termo ao Piccoline RC759, já que ele usava uma variante do CP/M, o Concurrent CP/M-86. E o forte do CP/M, como é notório, era justamente a compatibilidade entre sistemas diferentes.
Continue lendo Há algo de Retro no Reino da Dinamarca