Retrocomputação e Fórmula-1 II, a Missão: Senna pilotando Sinclair

O assunto ainda é F1 (e não se trata da tecla Help). Que tal Ayrton Senna pilotando um carro de… Sir Clive Sinclair? Foto cavucada por Carlos Bragatto (e texto do próprio), via Marcus Garrett.

Como sabem (claro que não sabem), o Sir Clive “Insano Comedor de Cocotinhas Ruim de Conta” Sinclair não era chegado nos compíuters, o negócio dele era:

  1. Cocotinhas (sério)
  2. TV portátil de bolso (que asneira)
  3. Carro barato para as massas

Toda a grana que ele ganhou com os ZX (80, 81, Spectrum, QL), ele enfiou na TV portátil, a coisa mais imbecil do universo, e em um “carro/moto/triciclo” elétrico chamado Sinclair C5.

Era uma bosta inimaginável. Elétrica, não andava nada, a bateria não durava nada, o motor era fraquíssimo, o tamanho não ajudava (você ficava invisível, abaixo dos retrovisores), e, pra piorar, tem que ser muito ASNO pra lançar um “carro” todo aberto num dos lugares que mais chove no Universo.

Claro que ia bombar, e bombou, f**** a Sinclair, f**** o Sinclair, que acabou tendo de vender o nome para o Alan Michael Sugar (o da Amstrad).

Bom, enfim, dei toda essa volta para mostrar a foto abaixo:

senna-sinclarQue é o Senna sentado em um C5 pintado com as cores do patrocinador da Equipe Lotus de F1, o cigarro John Player Special. Vejam bem a foto. Vejam as mãos do Ayrton Senna. Parece que ele está repousando calmamente, não?

Não, aquilo é o volante/guidão do C5. Fala sério. Não tinha como dar certo mesmo.

Carlão

PS: Para os doentes por F1 como eu, vejam os detalhes: o caminhão tem patrocínio da Olympus, que nao patrocinou em 1986. No C5 ao lado, tá escrito “Elio”, ou seja, Elio de Angelis, o team mate do Ayrton em 1985, e que saiu para (morrer n)a Brabham em 1986, então, a foto é de 1985. O cara em pé, de macacão preto, é o projetista da equipe, Gerard Ducarouge.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *