Retrocomputação e Fórmula-1

Aproveitando que a temporada 2013 da F1 começa agora… (A do Retrocomputaria começou antes, ha ha)

De vez em quando, gosto de assistir no YouTube corridas clássicas dos anos 70, 80 e 90 (porque velho é o seu tilkódromo). No GP de Detroit de 1987, num desses cortes pra reportagem que os americanos adooooram fazer durante corridas de automóvel (mostra o raio da corrida, seus @%#$&!!!) deparo-me com o seguinte objeto na mão de um mecânico da McLaren:

É um TRS-80 Model 100. Com algo colado ou pintado sobre o logo da Tandy, possivelmente para não fazer propaganda gratuita. A parte do vídeo que fala sobre os computadores usados pelas equipes começa aqui. Se você quer saber mais sobre telemetria da F1, um bom lugar pra começar é aqui.

Ah, a propósito, ganhou Ayrton Senna.

Um comentário sobre “Retrocomputação e Fórmula-1

  1. Opa Juan,

    Legal este post, bem observado o equipamento.

    Eu também gostava muito de F1.

    Mas sinceramente, coincidência ou não, depois de Senna a coisa só foi piorando.

    Aff… teve de tudo até piloto causando acidente *de propósito*… parece “Corrida Maluca” e não mais F1.

    Enfim, os vídeos do youtube, “Monaco GP” do MegaDrive, e o “F1 Spirit” do MSX estão aí para resgatar o que a F1 teve de bom.

    Abraços,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *