Arquivo da tag: TV

Episódio 61 – Luz! Câmera! Boot! – Parte B

retrocomputaria_vitrine_570x190

Sobre o episódio

Este é o episódio 61 do Retrocomputaria, iniciando nossa sétima temporada! Neste episódio exploramos a participação dos computadores na Sétima Arte, com destaque para como Hollywood enxergou o advento do Computador Pessoal. Ou seja, veremos as pegadas (Joystickadas? Mouseadas?) das nossas queridas máquinas clássicas na Calçada da Fama! Para desbravar este território pop temos como guia Sherpa Maurício Saldanha, velho conhecido dos ouvintes do Rapaduracast e do Cabine Celular — infelizmente ele foi abduzido por um computador rebelde e deve estar em algum lugar do Grid neste momento.

Nesta parte do episódio

Mais aparições de micros clássicos, Tony Stark fazendo bullying, anos 90 e, para encerrar, zuêra na telona!

Ficha técnica:

URLs do podcast:

Não se esqueça de deixar seu comentário aí embaixo; afinal, seu comentário é o nosso salário. No entanto, caso você prefira, entre diretamente em contato conosco.

É nóis na Grobu!

bozo-chico-anysio-016Pois é, quem diria, até nós aparecemos na Globo… Graças ao Luciano Cadari, o encontro de usuários de MSX em Jaú rendeu uma matéria de pouco mais de 2 minutos na programação local da TV Tem (*), afiliada da Rede Globo na região de Bauru e Marília.

Não, nós não falamos na matéria, fomos só figurantes, vocês poderão ver alguns desses meliantes que cometem o Retrocomputaria passando, para lá e para cá, no fundo.

O que achamos? Bem, para público civil, a matéria até que ficou boa. Pena que eles não voltaram, no dia seguinte, para falar da quebra de recorde… Qual quebra de recorde? Bem, a gente fala depois!

Continue lendo É nóis na Grobu!

Nota de falecimento (atrasado)

Informa nosso amigo Marcus Garrett:

Faleceu aos 84 anos, Ian McNaught Davis, um dos apresentadores do famoso programa (no Reino Unido) “The Computer Programme“, o programa de TV que fazia parte do “BBC Computer Literacy Project” para que as pessoas, em casa ou na escola, pudessem começar a tomar contato com o mundo dos computadores – e também começar a programar, acompanhando os episódios, em seus próprios BBC Micro.

Se ficaste curioso, pode ir nesse link do VHistory para conhecer mais, e no YouTube, acessar o canal do Jesús Zafra, que todos os 10 episódios estão lá.

Uns comerciais de TV para passar o feriado.

Já falamos nos episódios 12 e 40 sobre a Commodore nos tempos de Jack Tramiel. Então para a sua diversão, veja alguns comerciais de TV da época.

Sim, ele fala da Apple: “Um terço a mais de memória que o Apple //e, e metade do custo“.

Essa vai em inglês mesmo: “Are you keeping up with the Commodore? Because the Commodore is keeping up with you!” . E eu lembrei da frase do JFK… Qual? Essa aqui: Não perguntes o que a tua pátria pode fazer por ti. Pergunta o que tu podes fazer por ela.

Rato novo na casa, o gato se anima.

Um comercial Italiano do C64! Mamma mia!

E para fechar, a proposta mais do que batida nos anos 1980 para vender computadores: Tem uso para toda a família. Ou você achava que só a Gradiente fazia isso com o Expert?

From Bedrooms to Billions

O título acima é o nome de um documentário de 2 horas que trata da história da indústria britânica de video games, de 1979 até o tempo atual. Ficou curioso, não? Então veja o trailer abaixo:

O documentário em si foi financiado por crowdfunding, a popular vaquinha, tão em voga hoje em dia. Ele está em pre-lançamento, com previsão para a primavera de 2014 (entre final de março e o final de junho). Os preços são:

  • Cópia digital: 15 libras.
  • DVD: 20 libras.
  • Blu-Ray: 30 libras.

Se você quiser, também tem a trilha sonora (com a participação de Rob “SID” Hubbard) em formato para download (7,95 libras) e em CD (9,95 libras), além de camisetas (17,95 libras). E se você tem dúvidas, saiba que o documentário em si tem legendas em português. Espero ter desequilibrado a balança… Eu acho que vou comprar uma cópia…