Arquivo da tag: racimec

Episódio 53 – Os Ficheiros Secretos – Parte B

The Retro Is Out There

RIO DE JANEIRO, BRAZIL
WEDNESDAY, MAY 20
11:21 PM

Atividade além do normal.
Engenheiros negam ter conhecimento.
O protótipo está no eBay.
E estes segredos bem-mal guardados estão neste episódio.

Nesta parte do episódio

Falamos dos casos Commodore 65, Amiga AAA, Atari Corp, Europa e Japão e Brasil.

Ah: os trovões ouvidos no episódio foram um oferecimento gratuito da Mãe Natureza (ou de Jack Tramiel, nunca se sabe).

Ficha técnica:

  • Número do episódio: 53
  • Participantes: Ricardo, João, Cesar, Giovanni e Juan
  • Duração aproximada: 56 minutos
  • Músicas de fundo: Músicas de Commodore 64 e MIDIs de PC.
  • Download em ZIP

URLs do podcast:

Não se esqueça de deixar seu comentário aí embaixo; afinal, seu comentário é o nosso salário. No entanto, caso você prefira, entre diretamente em contato conosco.

Episódio 18 – Parte B – MSX no Brasil

retro018b

Este é o episódio 18 do Retrocomputaria, totalmente dedicado à saga do MSX no Brasil.

Com nossos convidados Márcio Lima e Rogério Belarmino, falamos, quando a vontade incontrolável de trollar tudo e todos E a nossa responsabilidade jurídica deixava, sobre os hardwares, os periféricos e principalmente as “peculiaridades de projeto” da Gradiente (sim, falamos um pouco de Epcom), como surgiu o padrão ABNT de acentuação e teclados, sobre os boatos de rumores sobre novos fabricantes de MSX (Dynacom, Racimec, CCE etc e tal), sobre a questão do “MSX 2 brasileiro” e começamos a falar das softhouses brasileiras e de picaretagens em geral.

Além disso, uma seção de notícias.

Ficha técnica:

  • Participantes: Ricardo, João, Cesar, Sander e o Anônimo
  • Convidados: Márcio Lima e Rogério Belarmino
  • Duração aproximada: 54 minutos
  • Músicas de fundo: Músicas relacionadas a MSX, do Pill Project e do Parn Music Station (Brasileiros, MSXzeiros e compositores!)

URLs do podcast:

Siga-nos no Twitter: @retrocomputaria. Envie-nos um email também, caso você prefira. Ou então comente aí embaixo. Nós iremos ler, acreditem!