Arquivo da tag: Prológica

Repórter Retro Nº 012

O Seu Repórter Retro

Bem-vindos a mais uma edição do Repórter Retro – a primeira da temporada 2016! 🙂

Ficha técnica:

  • Número do episódio: 012
  • Participantes: Ricardo, João, Cesar, Giovanni e Juan
  • Duração aproximada: 66 minutos
  • Músicas de fundo: Músicas sortidas
  • Download em ZIP

URLs do podcast:

Não se esqueça de deixar seu comentário aí embaixo; afinal, seu comentário é o nosso salário. No entanto, caso você prefira, entre diretamente em contato conosco.

Desenho parcialmente italiano

Prologica_CP400
fonte: OLD-COMPUTERS

Lembram da piada do “desenho italiano”? Isto é a história utilizada pela Prológica para (tentar) valorizar as qualidades do CP400? Bem, hoje todos nós somos crescidinhos e sabemos que ele teve seu desenho copiado inspirado no Timex Sinclair 2068.

Bem, vamos dizer que esta história não é verdade mas, ao mesmo tempo não pode ser considerado uma mentira total… …aliás, gostaria de agradecer ao Datassette, OLD-COMPUTER, Vintage Ad Browser e pelas imagens utilizadas.

Continue lendo Desenho parcialmente italiano

Desvendando os Antigos & Insondáveis Mistérios Ocultos do CP300

CP-300Fábio Belavenuto, mais uma vez tirando coelho da cartola, conseguiu fazer a engenharia reversa da porta de expansão do CP300 da Prológica, levantando uma pinagem da qual simplesmente não havia documentação alguma! Resumo da ópera: os sinais são completamente diferentes do CP300 / TRS-80 Model III, e não dá pra rodar CP/M sem modificar a placa-mãe a ponto de descaracterizá-la. Clique aqui para ver os detalhes. Mas não é só isso…
Continue lendo Desvendando os Antigos & Insondáveis Mistérios Ocultos do CP300

Cursos de informática da Prológica são coisa do passado distante, certo? Só que não.

DISCLAIMER: este post não é jabá. Estava eu a cuidar da minha vida quando vejo um e-mail dizendo o seguinte:

Quem disse a Prológica morreu mesmo?

http://escolaprologica.com.br/

Abraços.

Clico no link e vejo um logotipo que jamais esperava ver de novo exceto em sites de retrocomputação:

prologicaCurioso que sou, entrei na página de contato e perguntei se havia relação com a “velha” Prológica. (Que era de São Paulo, ao passo que essa é do Rio Grande do Sul.) Minutos depois, recebi resposta de Marcos Ribas, que lá trabalha como consultor:

Boa Tarde Juan,

(…) Respondendo a tua pergunta, a Prológica Educação não tem nenhuma relação com a Prológica Indústria de Comp. fundada em 1976. Além de atuarmos em segmentos diferentes, portanto são marcas diferentes, a Indústria foi desativada com o fim da reserva de mercado.

(…) Bem legal o teu blog, quando tiver um pouco mais de tempo vou dar uma olhada com calma. Eu tenho até hoje um TK85, aprendi a programar no TK95, com o BASIC e Assembler do Z80. Usei mais tarde o TK3000, CP400 e um Hotbit. Sempre para programação e jogos. Me formei técnico em eletrônica em 1994 e trabalho com TI desde então. O projeto  pedagógico da Prológica Educação é bem interessante e diversificado, temos diversas atividades na área de reforço escolar, ensino de idiomas, informática, oficinas de reciclagem tecnológica, xadrez e música. O foco no desenvolvimento de produtos e tecnologia para educação, também  é um dos nossos principais eixos de trabalho.

O colega Marcos fica desde já convidado a manifestar-se aí abaixo e quem sabe trocar mais histórias com este povo louco. Rememorações de TKs, CPs e MSXs são sempre boas de compartilhar.

A propósito, tá faltando acontecerem eventos de retrocomputação aí no Rio Grande, né não?

(Dica do Robson França na lista CoCo.)

Como foi o 2o encontro da Videomagia?

Antes de tudo, queria falar rapidamente sobre a mesa redonda sobre a história dos games no Brasil, na Campus Party, onde tive a honra de participar, ao lado de gente tão ilustre quanto o Jecel Mattos de Assumpção Júnior e Marcus Garrett, e também de pessoas tão capazes como o Mauro Berimbau e o Victor Emmanuel. De todas as “cobras”, eu era a minhoca.

A mesa redonda começou um pouco atrasada (com o Junior Capela mandando SMS para mim falando para começar logo e parar de bater papo), já que aguardávamos a mediação do Moacyr Alves, que fez questão de fazê-lo. O vídeo está aí embaixo, não vou me delongar muito:

Da Campus, seguimos para o prédio do Garrett, onde seria o encontro da lista Videomagia. O encontro começou lá pelas 12 horas e acabou às 19:30. Foi muito divertido ver uma espécie de “RetroRio”, só que em São Paulo. Tivemos de tudo em termos de máquinas, inclusive MSX (2, um meu e outro do Daniel Campos). Segue aqui links para álbuns e vídeos a respeito:

Legendei todas as fotos para que vocês possam entender tudo o que estava lá. Deve ajudar.

PS: Quanto à foto acima… Para bom entendedor, meia palavra basta. 🙂

[UPDATE] Good morning, CP-400!

Erramos. Sim, erramos. E o nosso amigo pulador de tubarões nos fez as devidas correções. Lá vai a notícia retificada:

O que dizer de um CP-400 que foi parar na terra do Tio Sam? Bem, o John Linville resolveu fuçar no CP400 dele, e fez algumas fotos, que ele postou no Facebook. Curioso que ele reclama da intermitência do sinal de vídeo. Bem, o CP-400 é PAL-M a 60 Hz, e o resto do mundo é PAL-N/G/nada a 50 Hz… Isso gera uma confusão…

Em tempo, John Linville é americano, mora na Carolina do Norte e trabalha na empresa do Shadowman (com um fedora) .

Mas,mesmo com o erro vale ainda a afirmação do Giovanni: É nóiz do design italiano lá nas down under tudo!

PS: Colocar na lista de tarefas: “Torturar o estagiário que catou a notícia e que não sabe nada de geografia”…

RetroRio: Agora é a vez dos vídeos!

Se ontem vocês tiveram um post com as fotos, agora temos os vídeos da RetroRio. Aqui vai a lista:

  1. Antes de tudo, a nossa playlist de vídeos. São 14 vídeos, feitos na sua grande maioria pelo José Luiz de Almeida Júnior, que é, entre outras coisas, o marido da Marluce, que vocês vêem aí em cima.
  2. Um vídeo caprichado feito pelo Daniel Campos, com uma visão geral do evento. Ainda tem esse outro, que é o jogo R-Type (claaaaaaaássico jogo de naves) rodando no Commodore 128… Para nossa alegria.
  3. Mais três vídeos do Juan Castro, a saber:

Se você fez vídeos e quiser compartilhar conosco, coloque o link os comentários abaixo. Queremos reunir a maior quantidade de vídeos que pudermos. Obrigado!