Arquivo da tag: microsoft

A morte e a morte do Microsoft Paint

Segunda-feira o mundo acordou em polvorosa com a Microsoft anunciando o fim do Paint, uma das âncoras de todos os Windows até hoje. As pessoas entraram num desespero tão grande que a Microsoft teve que clarificar o aviso.

O LGR fez uma belíssima homenagem em vídeo:

Nós do Retrocomputaria preferimos ressuscitar figuras que desenhamos no Paint. Esse, por exemplo, foi feito pelo mais artisticamente dotado dos 5 culpados.

(Pode confessar que você, amigo leitor, tem também aquele desenho tosco feito no Paint em algum momento de mais puro e destilado tédio.)

Antes do OS/2 ser OS/2

A história do desenvolvimento do OS/2 é confusa e cheia de buracos, por isso sempre nos interessamos quando surge alguma coisa nova. Tipo, este “Proto-OS/2”.

O que se chama de “Proto-OS/2” é uma parte do código do OS/2, de antes de 1987, em que nem o nome do sistema estava definido.

cpdos-8610-rmwhatdos

Era um misto de coisas do OS/2 1.x e do DOS, mas já com suporte a modo protegido, multitarefa e multithread.

Além disso, também tem o SIZZLE, uma fork do código do “proto-OS/2” voltado à velocidade.

Os interessados podem, também, se preparar para os desafios de rolar o “proto-OS/2” (não tinha nem VGA nem 386, por exemplo) e alguns insights sobre o então bem próximo relacionamento de Intel e Microsoft.

(e, claro, este post se linka com o OS/2 FOOTBALL.)

Episódio 67 – Jogos Olímpicos – Parte A

retrocomputaria_vitrine_570x190

Sobre o episódio

De 4 em 4 anos acontecem os Jogos Olímpicos, e com a tocha sendo acesa perto do QG do Retrocomputaria, resolvemos fazer um podcast sobre o assunto, medalha de ouro em piadas sem graças e em micros clássicos.

Nesta parte do episódio

Depois de uma discussão sobre o surgimento da maratona, vamos à Fan Fest no Atari 2600 e passamos por Moscou 1980 e Los Angeles 1984 (e o joystick não sobreviveu ao Decathlon, apesar de todos os truques dos participantes)

Ficha técnica:

URLs do podcast:

Não se esqueça de deixar seu comentário aí embaixo; afinal, seu comentário é o nosso salário. No entanto, caso você prefira, entre diretamente em contato conosco.

Repórter Retro Nº 017

O Seu Repórter Retro

Bem-vindos a mais uma edição do Repórter Retro.

Ficha técnica:

URLs do podcast:

Não se esqueça de deixar seu comentário aí embaixo; afinal, seu comentário é o nosso salário. No entanto, caso você prefira, entre diretamente em contato conosco.

Repórter Retro Nº 016

O Seu Repórter RetroBem-vindos a mais uma edição do Repórter Retro.

Ficha técnica:

URLs do podcast:

Não se esqueça de deixar seu comentário aí embaixo; afinal, seu comentário é o nosso salário. No entanto, caso você prefira, entre diretamente em contato conosco.

Os sprites na SCREEN8 dos MSX2

screen8

Em 1985 o MSX evoluiu, tornou-se o MSX2 saindo do lugar comum das 16 cores para um modo de vídeo exibindo 256 cores simultâneas na tela (a SCREEN 8). Mas infelizmente a ASCII, Microsoft ou Yamaha não permitiram usar o mesmo número de cores nos sprites. Assim eles permaneceram com as mesmas 16 cores mas utilizando uma paleta bem diferente.

Pois é, nessas voltas que o mundo dá, ele as vezes abusa um pouco na ironia e excetuando a “cor de burro quando foge” que virou a COLOR 8 a paleta de cores é justamente a mesma do ZX Spectrum! O bom e velho RGB I de 4 bits! 🙂

Inspiração pra balada do dia: festa de lançamento do Windows 95

Então… 18 horas, hora de bater o ponto e ir pra casa, tomar aquele banho e ir pra balada. Ou então fazer aquecimento (alcoólico, claro) em algum lugar e ir pra náite.

Hora de pensar em alguma dança nova pra impressionar na pista de dança, né?

Então trazemos uma retro-inspiração: Bill Gates e o Mestre da Dança (e favorito da casa) Steve Ballmer curtindo muito e mexendo o esqueleto ao som de Start me Up, no lançamento do Windows 95.

Nossos agradecimentos mais que eternos ao The Next Web, que ressucitou este vídeo no Twitter (embutido aí em baixo pra mais dancinhas) nesta sexta-feira pós-Carnaval.

Repórter Retro Nº 005

O Seu Repórter Retro

Bem-vindos a mais uma edição do Repórter Retro.

Ficha técnica:

URLs do podcast:

Não se esqueça de deixar seu comentário aí embaixo; afinal, seu comentário é o nosso salário. No entanto, caso você prefira, entre diretamente em contato conosco.