Arquivo da tag: japão

Primeira novidade da RetroRio 2021!

Como vocês já sabem, a RetroRio 2021 será online. O evento ocorrerá de forma remota no dia 4 de setembro, das 10h às 18h. Durante a manhã a quadrilha que comete o Retrocomputaria estará disponível para um bate-papo nesta sala no Jitsi. De tarde, teremos palestras no no nosso canal do YouTube. E hoje, faltando pouco mais de quatro semanas para o evento, falaremos da primeira palestra.

Continue lendo Primeira novidade da RetroRio 2021!

Mosca Branca do dia: TK-85 (calma, eu explico)

Não é aquele carne-de-vaca, fácil de achar, que você está pensando. A NEC lançou um computador do mesmo nome no Japão em 1980. É uma placa de aprendizado, ao estilo dos mais famosos KIM-1 e COSMAC ELF. Apareceu à venda no Yahoo Auctions e o lance atual (termina em 3 dias, 24/7) é de 10 mil ienes (aproximadamente 500 genocídios). E tá bonito o bicho.


Continue lendo Mosca Branca do dia: TK-85 (calma, eu explico)

Mosca Branca do dia: LUNA-88K² e D/CAS

Workstation UNIX japonesa de 1992, baseada no 68030 88100 da Motorola. Até aí, interessante, legal, mas nada de mais. O tchan está no armazenamento.

Ele usa um bixistranho chamado D/CAS, que parece um filho bastardo da fita cassete clássica e da DAT. Tem exatamente o mesmo formato do cassete normal, com algumas diferenças visuais bem sutis:

  • Um chanfro na parte de cima, para o leitor poder recusar cassetes normais
  • A aba de proteção contra escrita é diferente (e reversível)
  • Não tem o feltro que empurra a fita contra a cabeça num cassete normal

Cabem 160 MB numa fita, o que para 1992 é bem aceitável. Veja as fotos:
Continue lendo Mosca Branca do dia: LUNA-88K² e D/CAS

Fliperama de Boteco II: a Vingança dos Ninjas Pixelados

Mais uma vez eu e João Cláudio Fidelis descemos no Fliperama de Boteco de rapel, com nossas roupas pretas, shurikens e dublagens ruins para falar de Micros Japoneses! (Zooms rápidos nos rostos dos combatentes. Começa a luta.)

Sim, claro, óbvio que o João jantou o episódio com farofa. Com um tema desses, esperavam o que? Eu e os parças do FdB basicamente cuidamos de evitar que ele atingisse massa crítica e causasse um acidente nuclear. (Não perguntem como tivemos que usar as hastes de controle.)

Ouça o episódio clicando aqui!