Arquivo da tag: ascii

Episódio 69 – Sehquiço – Parte A

retrocomputaria_vitrine_570x190

Sobre o episódio

Enfatizaremos as últimas 4 sílabas do nome deste podcast sem dó nem piedade e muito menos sem sair de cima.

Nesta parte do episódio

Introduzimos (ui) o assunto do episódio, e daí passeamos por vetores, caracteres, blocos, papéis, terminais, BBS, Minitel, teletexto e histórias escolares para chegarmos em… arcades, adventures com temática sexual e, antes que vocês reclamem que não teve, erogames japoneses.

Ficha técnica:

  • Número do episódio: 69
  • Participantes: Ricardo, João, Cesar, Giovanni e Juan
  • Duração aproximada: 51 minutos
  • Músicas de fundo: Deve ter a demo DHS Porno, a trilha sonora de Pink Sox etc
  • Download em ZIP

URLs do podcast:

Não se esqueça de deixar seu comentário aí­ embaixo; afinal, seu comentário é o nosso salário. No entanto, caso você prefira, entre diretamente em contato conosco.

Episódio 68 – Upgrade Time! – Parte B

retrocomputaria_vitrine_570x190

Sobre o episódio

Este episódio era pra ter saído antes, mas só saiu agora, porque… er… já viram algum upgrade sem problema nenhum? Então.

Nesta parte do episódio

Enquanto os contadores não reclamam que temos que economizar 10 centavos no upgrade, falamos de MSX2, MSX2+, as confusões da tabela ASCII nos MSX brasileiro, chips, memória, conversões de ZX e os Expert Plus; passamos rapidamente por TRS-80 Model 4, Amstrad CPC Plus e das últimas revisões do TI-99/4A, antes de passarmos para os 32 bits com os Amiga ECS e AGA e os Atari STE e, antes que reclamem, o Apple IIGS e o MSX Turbo-R.

Ficha técnica:

  • Número do episódio: 68
  • Participantes: Ricardo, João, Cesar, Giovanni e Juan
  • Duração aproximada: 55 minutos
  • Músicas de fundo: Tem uns chiptunes do Adventure Time, que é o que lembramos; o resto das anotações sobre músicas de fundo foi sobrescrito no upgrade.
  • Download em ZIP

URLs do podcast:

Não se esqueça de deixar seu comentário aí embaixo; afinal, seu comentário é o nosso salário. No entanto, caso você prefira, entre diretamente em contato conosco.

Os sprites na SCREEN8 dos MSX2

screen8

Em 1985 o MSX evoluiu, tornou-se o MSX2 saindo do lugar comum das 16 cores para um modo de vídeo exibindo 256 cores simultâneas na tela (a SCREEN 8). Mas infelizmente a ASCII, Microsoft ou Yamaha não permitiram usar o mesmo número de cores nos sprites. Assim eles permaneceram com as mesmas 16 cores mas utilizando uma paleta bem diferente.

Pois é, nessas voltas que o mundo dá, ele as vezes abusa um pouco na ironia e excetuando a “cor de burro quando foge” que virou a COLOR 8 a paleta de cores é justamente a mesma do ZX Spectrum! O bom e velho RGB I de 4 bits! 🙂

CD da MSX Magazine Revival no Internet Archive

Lembram da MSX Magazine Revival da ASCII? Não? Foram (re)edições recentes da MSX Magazine bancadas pela ASCII durante a tal febre do “MSX Revival” deles (que também incluiu, além da revista, um emulador — o MSXPlayer — e dois novos hardwares — um leitor de cartuchos USB e um PC descaradamente disfarçado de MSX) contendo notícias “históricas”, novas e um papo sobre o MSX na atualidade.

Continue lendo CD da MSX Magazine Revival no Internet Archive

Diário nada secreto do jovem tradutor – parte 1

Há algum tempo me peguei analisando versões de jogos estadunidenses clássicos e que foram convertidos para o MSX (mais precisamente para MSX2), lançados no Japão — obviamente que localizados para o idioma japonês — e que eram obscuros para mim, pobre usuário ocidental de um computador da terra do sol nascente. E neste grupo estavam franquias conhecidas como a criação de Richard Garriott (o Lord British), a série Ultima — no MSX: I, II, III e IV.

E destes jogos lembro de ficar especialmente interessado no Balance of Power, criação de Chris Crawford, publicado pela Mindscape e convertido pela ASCII Corporation (já ouviram falar?) para MSX2. Tão interessado resolvi querer jogá-lo no MSX! Mas como fazê-lo se nada sei de japonês? Tentativa e erro? E será que ele poderia ser traduzido? Mas como?

Continue lendo Diário nada secreto do jovem tradutor – parte 1

Preservando as ASCII MSX Magazine

As lendárias MSX Magazine, revista “oficial” do padrão editadas pela ASCII, estão sendo escaneadas, num trabalho comandado por Martos. Já estão disponíveis 50 edições desde junho de 1988 até o verão (do Hemisfério Norte) de 1992, com a promessa de escanear as edições de 1983 até 1988.

O incansável Konamito teve o trabalho de passar pelas 50 edições e descobrir coisas interessantes de todos os tipos.

Episódio 4 – Parte A – MSX

retro004a

Spectravideo SVI-318, um possível pai do MSX.Este é o episódio 4 do Retrocomputaria Podcast. Neste episódio, falamos de MSX, MSX e mais MSX. Sim, muito MSX, mas não somos fanboys! Bem, não muito… Então, nessa primeira parte, falamos de como o padrão surgiu , a gênese do padrão e da primeira versão do padrão, o MSX 1, assim como suas especificações técnicas. Também teremos a origem do drive de 3 1/2″, entre outras curiosidades..
Esperamos seus comentários sobre o episódio, e esperamos que gostem!


Ficha técnica:

  • Participantes: Ricardo, João, Cesar e o Anônimo
  • Duração aproximada: 34 m
  • Músicas de fundo: Trilha sonora do jogo Space Manbow, da Konami para MSX 2.
  • Seção musical: Hinotori (Firebird), jogo da Konami para MSX 2, remixado pela equipe do site GrosPixels.
  • URLs citadas no podcast:

Siga-nos no Twitter: @retrocomputaria. Envie-nos um email também, caso você prefira. Ou então comente aí embaixo. Nós iremos ler, acreditem!