Qualidade, qualidade e qualidade

No início, nosso som era muito ruim. Havia inclusive a piada de que o Cesar Cardoso era “nosso correspondente no Iraque”, dada a quantidade de ruídos e chiados que sua ligação continha. Mas isto não era exclusividade dele, todos tiveram problemas, maiores ou menores, de headsets de baixa qualidade. Tomamos vergonha na cara, decidimos tirar o escorpião do bolso e investir em equipamento próprio.

É verdade que chegamos a usar um estúdio de gravação emprestado (obrigado, Hostnet), assim como um conjunto emprestado de mesa de som e microfones para nossas gravações. Mas concluímos que precisávamos ter nosso próprio equipamento. Adquirimos então uma mesa de som da Behringer com saída USB (é reconhecida pelo computador como se fosse uma nova placa de som), e microfones da mesma marca. E usamos várias vezes, em diversas gravações.

Hoje em dia, padronizamos nos headsets: Todos nós usamos headsets USB da Logitech ou da Microsoft, de boa qualidade, e agradecemos aos amigos do NGCast por mais essa dica valiosa. A mesa de som ainda é usada em algumas situações, mas é provável que ela seja vendida. Você quer comprá-la? Nós faz baratinha, baratinha!

Começamos com o Skype, que ainda é amplamente usado por podcasters no mundo todo. Mas para gravar o áudio é uma complicação extrema. Daí, migramos para o Hangouts, do Google, e em alguns casos usamos o TeamSpeak, uma ferramenta gratuita multiplataforma, para nos comunicarmos e gravarmos. Novamente, nossa eterna gratidão aos nossos amigos do NGCast pela dica e pela sala de chat disponível no seu servidor. Dada a distância que nos separa hoje em dia, com a equipe de 5 pessoas, espalhadas por 4 cidades (Brasília, Campinas, Rio de Janeiro e São Paulo), é fundamental uma qualidade minimamente ótima.

Os episódios são gerados por scripts feitos para serem executados no Linux. Logo, batalhamos para refiná-los e garantir que problemas que notamos em outros podcasts – como trilhas sonoras altas demais, falta de tags ID3 ou imagens de abertura, normalização inexistente ou compressão dinâmica do áudio malfeita – não ocorram aqui. Automatizamos o que pudemos (inclusive a geração e publicação dos vídeos no Youtube) para garantir uma uniformidade no nosso trabalho. E temos recebido retorno de ouvintes, declarando que tecnicamente, o nosso podcast é um dos melhores. Obrigado!