Fale conosco

Você pode falar conosco através dos seguintes meios de comunicação listados mais abaixo no rodapé ou nos comentários em cada post. Prometemos que iremos ler e responderemos, assim que for possível. Mas, se você preferir, tem esse formulário abaixo.

31 comentários sobre “Fale conosco

  1. Olá, tudo bom? Você saberia me indicar quem consertaria Commodore 64? E em qual estado seria. Obrigado.

      1. Estão sim. Excelente matéria. 3 anos depois do post, estou eu aqui seguindo os mesmos passos exploratórios! Long live MSX.

  2. Dias desses encontrei um MSX Expert 1.1 num sucatão, como a carcaça estava em péssimo estado -cheia de arranhões e amassados -achei que poderia ao menos aproveitar alguma coisa do interior como repositório de peças pros meus outros Experts em funcionamento e então acabei comprando ele por R$ 20,00. Ao abrir o gabinete vi que estavam faltando alguns C.I’s (Z80, ROM e uns dois 74LSxxxx) como por acaso eu tenho todos estes componentes em duplicidade resolvi tentar colocar o Expert “sucatão” pra funcionar mas percebi que ele também não tinha o cristal “X1” na mesma hora (por total desconhecimento) coloquei no local um cristal de televisor (3,57 MHz) pois supus (errôneamente) que como o clock do MSX é de 3,57 MHz então a frequência do “X1” seria também essa, o que não procede pois como descobri depois (imagem totalmente bizarra, ampliada e distorcida) a frequência correta deste cristal (X1) é 10,726835 MHz. Para resumir a história: Alguém pode me dar alguma sugestão de como eu faço para encontrar um cristal com essa bendita frequência (10,726835)? Já vasculhei todas as lojas de componente da cidade onde moro e dezenas de sites de comércio de componentes eletrônicos do Brasil inteiro e na melhor das hipóteses encontrei cristais de 10 MHz ou de 11 MHz mas não do referido valor. Será que poderia usar esse de 10 MHz? O que resultaria num clock final um pouco abaixo dos 3,57 MHz (10/3=3,33MHz) minha dúvida é se isso não afetaria a sincronia do sinal de vídeo (PAL-M), que é exatamente o mesmo da CPU (3,57 MHz)? Qualquer informação sobre onde posso adquirir o cristal ou dica para contornar o problema será muito bem vinda e desde já agradeço a atenção à todos!
    Um Abraço!
    P.S: Sugestões do tipo: “Retire o cristal de um outro Expert que não esteja em uso…” não me servem pois este já é o “outro Expert”!!
    Obrigado

    1. Lazlo, quem pode te falar a respeito é um mago do hardware, e isso nós não somos. Visite o site MSXPro (www.msxpro.com), e fale c/ o autor, o Luciano Sturaro (msxpro@gmail.com), ele deve ter algo q te ajude nisso. Abraço e boa sorte!

    1. Muito bom mesmo esse video. Seria legal ate criar uma nova seção no retrocomputaria, composta por excelentes vídeos como esse mas legendados em pt br. Alguns canais brasileiros já fazem isso, ou seja, oferecem em suas playlists vídeos gringos de outros canais legendados em pt br.

    1. Estranho, Sergio. Qual episódio?
      Eu mesmo acabei de baixar o Repórter Retro 017, n tive problemas.

        1. Eu fiquei sabendo desse podcast por meio do podcast NGCast. Aí fiquei tão empolgado que decidi que começaria a ouvir a partir do primeiro (zero), mas não está baixando, somente a partir do quarto. Mas fiquei muito a fim de ouvir o episódio dos estados unidos (acho que é o numero um) e os demais também 🙂

        2. Sergio, acabei de mexer nos links desses episódios. Confesso q n sei se o feed RSS foi alterado (acho q sim), mas se vc descer os episódios 0 a 3 direto do site, funciona. Obrigado pelo alerta e um abraço!

  3. Gente, gostaria de dizer que estou muito satisfeito com o trabalho de vocês. Eu até então não fazia ideia que existia um podcast tão legal e completo sobre computadores antigos. Gostaria também de deixar uma recomendação de tema para os próximos podcasts. É que eu confesso que tenho um pouco de dificuldade de saber exatamente como os nerds do período antes da internet e BBS se divertiam com seus micros. Tipo, anos 70, anos 80, e primeira metade da década de 90. Então queria deixar aqui uma proposta de tema para você dizerem como era o dia a dia de você quando iam mexer nos micros. O que vocês gostavam de fazer? O que seus colegas faziam também? Era predominantemente jogos, ou jogos estavam em segundo plano? Era mais a questão de aprender a programar o Basic, Cobol, C, Assembly, ou era mais a questão de entender o hardware para saber como aquilo tudo funcionava? Ou será que era tentar aprender a computação corporativa, que gerava milhões de dólares? Enfim, eu adoro computação antiga, embora minha primeira máquina tenha sido o “novíssimo” 486-DX2-66. Tenho muita curiosidade para ouvir as histórias de vocês no seu dia a dia de desbravador de toda aquela tecnologia, cujo rumo ninguém imaginaria que seria esse que vivenciamos hoje: tudo e todos online. Abraço a todos. Valeu o/

    1. Oi Sergio, obrigado pelos elogios.

      Quanto ao tema, é um assunto interessante, vamos conversar a respeito e é possível que torne-se uma pauta pra 2017.

      Obrigado pela sugestão. Abraço!

  4. Olá, tudo bem? Gostaria que vocês comentassem sobre este projeto: romu6.blogspot.com.br/

    Um abraço e muito obrigado!

    1. Oi Carlos, vamos investigar melhor e fazer um post a respeito, ou colocar até no Repórter Retro. Obrigado pela dica!

      Abraço,

  5. Gente,
    Alguém tem idéia de quanto vale um Commodore 64? Organizando a bagunça encontrei um na caixa fechada, visualmente novinho e nunca ligado haha. Obrigada pela ajuda 🙂

    1. Estou me desfazendo de um kit de interface e drives 5 1/4″ antigos para MSX sem uso.
      Caso tenha interesse entrar em contato.

  6. Olá, recentemente comprei de um amigo um computador Sega SC-3000, ele é australiano, e é 220v e PAL-B, a fonte dele é padrão australiana, mas resolvi o problema dela comprando um adaptador de tomadas universal, a voltagem da minha casa é 110v, mas também tem uma rede 220v e hoje consegui ligar este computador depois de conseguir o adaptador de tomadas, só que agora me surgiu outro problema… Eu sabia que iria dar algum problema na imagem, pois ele é PAL-B e com certeza as TVs nacionais não são compatíveis com esse sistema, mas pensei que ao menos esse computador geraria imagens em preto e branco, mas o computador sequer deu imagem… Eu vi que tem um membro do site que tem um SC-3000 igual ao meu, vi que ele fez um post sobre um multi cart dele que veio da Nova Zelândia, por acaso ele ou alguém daqui do site poderia me ajudar e dizer se esse console ao menos da imagem sem algum adaptador transcorder, ou se ele não aparece nada sem esse adaptador? Comigo só deu um som como se o cartucho não tivesse funcionado direito, só tenho 2 cartuchos, um do Basic e um do SG-1000, mas acho que o slot deve estar sujo também, preciso limpar, apesar do computador ter vindo em ótimo estado, como se estivesse novo… Alguém poderia me ajudar? Estou muito curioso com esse computador, sou apaixonado por computadores antigos, tenho um MSX Expert também, e conheci o site por causa deles.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *