Repintando um gabinete de um micro clássico, parte 4: O que não foi… E como acabou.

É claro que eu gastei muito mais tinta do que deveria, mas isto também me serviu de aprendizado. Logo, em trechos onde a tinta ficou falhada, eu mudei a cor, e resolvi experimentar, personalizar a pintura, torná-la original. Só que a fita não ajudava, descolava e levava um pedaço da tinta… Então removi TUDO novamente e de novo. Cheguei a pintar toda a peça de preto brilhante, por dentro e por fora. Claro que por dentro não ficou bom (até grudou papel na parte pintada), mas também não me preocupei tanto com o resultado. Não existe primer em spray, logo eu pensei na época em fazer a base toda em preto brilhante, e pintar por cima. Duas demãos de tinta preta depois… Coloquei o grafite, em várias demãos. Depois, verniz acrílico para proteger a pintura e dar um brilho extra. A peça estava realmente muito bonita, como vocês podem comprovar abaixo:

IMG_20160505_061754 IMG_20160505_061803 IMG_20160505_061741

Continue lendo Repintando um gabinete de um micro clássico, parte 4: O que não foi… E como acabou.

Repintando um gabinete de um micro clássico, parte 3: Mais dicas e… Acrobacias.

IMG_20160503_125412 IMG_20160503_125418 IMG_20160503_125431

Começo o terceiro post da série lembrando-os de não usar tinta em demasia. É uma tentação usar muita tinta, achando que não vai dar certo, e a peça não foi pintada bem o bastante. Lembra o que eu falei de paciência, de não exagerar? Então, sossega. Eu sei que essa ansiedade a gente tem, e por causa dela acabei usando redutor novamente, e novamente, e novamente… Lembre-se que você não resolverá tudo com uma demão de tinta apenas. Pelo contrário, você terá que dar várias demãos curtas. Então acalma-te, pinte, aguarde a tinta secar (na lata tem a indicação de tempo – respeite-o) e pinte de novo. Várias vezes, mas pouco de cada vez, em camadas finas.

Continue lendo Repintando um gabinete de um micro clássico, parte 3: Mais dicas e… Acrobacias.

Repintando um gabinete de um micro clássico, parte 2: O processo.

IMG_20160508_145625 IMG_20160508_145638 IMG_20160508_145643

Continuando a nossa série de pintura, é claro que eu acabei fazendo muita besteira no processo, então como já disse, as fotos estão fora de ordem porque todo o processo foi demorado, até me vencer pelo cansaço. Acima temos algumas fotos de como a peça ficou depois da limpeza do redutor de alto desempenho. Essa faxina eu fiz na casa dos meus pais, por ocasião do Dia das Mães. É, minha mãe fazendo o almoço e eu e meu pai arrancando tinta…

Ah, todas as imagens são clicáveis, então tem versão maior para vocês verem com mais detalhes.

Continue lendo Repintando um gabinete de um micro clássico, parte 2: O processo.

Repintando um gabinete de um micro clássico, parte 1: Motivação e preparativos.

IMG_20160415_121247

Pois então, eu resolvi repintar uma tampa de um Expert, e fazer um grafismo na mesma. Sim, eu, que tirava as piores notas da escola em Artes Visuais. Sim, eu, que me enrolo para fazer uma linha reta sem uma régua. Eu mesmo, o “mão de maionese“. Bem, vamos lá… Como ficou muita coisa, eu decidi fazer uma série de alguns posts falando de tudo. Vamos ver onde nisso acaba.

Continue lendo Repintando um gabinete de um micro clássico, parte 1: Motivação e preparativos.

Repórter Retro Nº 015

O Seu Repórter Retro

Bem-vindos a mais uma edição do Repórter Retro.

Ficha técnica:

URLs do podcast: